Blog

Trabalho Presencial x Híbrido x Remoto

Nos dois últimos anos, o cenário da pandemia fez com que diversas empresas readequassem seu modelo de trabalho, para proporcionar mais segurança para a equipe.

O home office era uma realidade apenas para alguns nichos de mercado, mas com a pandemia passou a ser modelo de trabalho de 85% das empresas brasileiras, de acordo com pesquisas realizadas.

Hoje, com o avanço da vacinação e diminuição dos casos de contaminação, muitas empresas voltaram ao trabalho presencial, ou estão dividindo os times entre o presencial e o trabalho em casa.

Mas qual modelo é o ideal e deve ser levado em consideração na hora de escolher em qual empresa vai trabalhar?

Bom há vantagens e desvantagens em todos eles, vamos dar uma olhada.

Primeiro, vamos entender quais são as diferenças entre trabalho presencial, híbrido e remoto:

  • Presencial: é o mais antigo e dominante nas empresas antes da pandemia. Nele, cada pessoa tem a sua mesa e itens de trabalho estabelecidos previamente e a jornada de trabalho também conta com colegas e líderes.
  • Remoto ou Home Office: nesse caso o trabalho é feito à distância, onde a pessoa trabalha para a empresa em casa ou qualquer outro lugar de preferência.
  • Híbrido: o modelo híbrido permite que a pessoa trabalhe dentro e fora do ambiente físico, ou permite que o colaborador alterne os dias de trabalho remoto e presencial. Esse modelo apresenta forte aceitação das lideranças e das pessoas lideradas, e de acordo com estudos realizados, 42% dos colaboradores preferem esse modelo.

Vantagens e desvantagens

Em cada um dos modelos de trabalho há desvantagens e vantagens. É válido analisar o contexto onde a empresa está inserida, os aspectos da cultura e do clima organizacional.

No trabalho presencial, uma das principais vantagens é o relacionamento entre as pessoas da empresa, que contribui para um bom clima organizacional. A comunicação flui de forma mais eficiente, e também há um fortalecimento da cultura da empresa.

Porém, o colaborador gasta um tempo com deslocamento até o local de trabalho, e a empresa tem gastos elevados com a estrutura.

Já no trabalho remoto, as principais vantagens são: redução de custos para a empresa, maior liberdade e flexibilidade para o colaborador, aumento da produtividade, economia de tempo, levando em consideração o tempo no trajeto ao trabalho e maior flexibilidade.

Há também desvantagens como: menor interação com os colegas de trabalho, eventuais problemas de comunicação e estrutura física de trabalho inapropriada.

O modelo de trabalho híbrido está sendo considerado como o favorito entre colaboradores e empresas em 2022, e podemos dizer que as vantagens são: menor custo fixo para as empresas, maior flexibilidade para o profissional, aumento de produtividade, poder de escolha entre o presencial e o remoto e melhora na comunicação entre a equipe.

Os pontos negativos do modelo híbrido são relacionados ao deslocamento, eventuais problemas de produtividade e possíveis desafios em relação à jornada de trabalho.

Para escolher o melhor modelo para a sua empresa, é importante conversar com a equipe e ver quais são as preferências e o que faz mais sentido na rotina de cada pessoa.

Por fim, deve ser priorizado o modelo de trabalho que possibilite o aumento do clima organizacional da empresa e faça com que os profissionais estejam engajados e motivados com os novos desafios.


Deixe uma resposta

ou logue-se com

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *